Inscrever-se em nosso canal, Dicas para Casais.

#Inscrever-se em nosso canal no YouTube tem sempre uma mensagem de Deus para seu Casamento #
https://youtu.be/NYXUcP20NU0 Pr Zaqueu Medeiros & Pra Marlene Inacio Medeiros Inacio Pra Marlene Medeiros Medeiros Casamentosrestauradoemcristo Casamento #Amovc #Amovc

Também estamos no Instagram! Segue a gente lá! Ministerio Amovc

Estamos também no Youtube!! Ministerio Amovc

O que muda na vida de um casal com a chegada do 1º filho?

O que muda na vida de um casal com a chegada do 1º filho?
MUITOS concordam que ter filhos é uma das maiores alegrias da vida. A Bíblia diz que os filhos são “uma recompensa” de Deus. (Salmo 127:3).
Por mais que o casal queira o filho, saber que ele está na barriga da mãe e em poucos meses estará nos braços dos dois pode dar um nó na cabeça da mulher e do homem. Por tabela, o casal pode entrar em crise. É preciso reorganizar a relação para entrar nesta nova fase de corpo e alma. Homem e mulher, agora, serão também pai e mãe de uma criança indefesa e dependente deles por um longo período de tempo. Isso pode provocar muito medo e insegurança.
É preciso que um se coloque no lugar do outro. Ser empático faz uma boa diferença. Só percebendo os sentimentos de cada um, as suas necessidades e obrigações advindas dessa nova realidade, que será possível buscar uma solução.
Empurrar os problemas com a barriga não leva a nada, aliás, pode levar à separação do casal. O momento é difícil para os dois. Para a mulher, principalmente, devido à sobrecarga física e emocional. É natural que o homem fique em segundo plano, por conta das necessidades do bebê, e se sinta abandonado. Por isso, não se pode perder de vista, que, além do bebê, homem e mulher também precisam de cuidados. Precisam cuidar um do outro!
O marido sábio mostra seu amor à esposa por se informar a respeito do impacto físico e mental que o nascimento de um filho tem sobre a mulher. Se fizer isso, ele compreenderá por que sua esposa talvez tenha mudanças repentinas de humor.
Se às vezes sua esposa reage mal às suas tentativas de ajudar, não fique logo ofendido. (Eclesiastes 7:9) Em vez disso, pense nos melhores interesses dela, não nos seus, e assim não ficará chateado. — Provérbios 14:29.
O marido passar a ver a sua esposa mais como a mãe de seu filho do que como sua mulher, passando a chamá-la de "mãe" e não mais de "querida" ou "amor". A mulher pode fazer o mesmo, vendo seu marido mais como o pai de seu filho do que seu companheiro.
Fica claro que, diante de tudo isso, os conflitos entre o casal podem se intensificar, gerando brigas, discussões e mal entendidos porque ambos tem suas razões para agirem da forma como agem e nem sempre conseguem enxergar ou entender as razões do outro.
Ambos agora não são apenas um casal, há mais um membro na família, o que os leva a cumprirem mais um papel em conjunto: o de pais! O filho é de ambos, portanto, ambos devem conciliar e dividir os cuidados com o bebê. Um pai que acompanha o dia a dia e é solidário com a mãe, dividindo com ela tarefas que possa ou saiba cumprir, entende melhor o cansaço de sua esposa, torna-se cúmplice dela e saberá criar um clima de romantismo e de intimidade, respeitando os limites de sua esposa neste momento. Um beijo, um afago, ficar ao lado da esposa enquanto ela embala o bebê para dormir faz com que ela se sinta amada. Ela, por sua vez, passa a retribuir os carinhos recebidos, o que propiciará um clima de namoro como antes do bebê nascer, colaborando para uma maior intimidade entre o casal.
É importante que haja muito diálogo, compreensão e paciência para ambos entenderem um ao outro e compreenderem que passam apenas por uma fase de rearranjos e de experiências que, se bem administradas por ambos, servirão para uma aproximação maior ainda do casal, através da harmonia e da cumplicidade!
Naturalmente, a chegada de um bebê interfere na vida sexual do casal. Portanto, o marido e a esposa precisam conversar sobre suas necessidades. A Bíblia diz que qualquer mudança no relacionamento sexual do casal deve ser feita por “consentimento mútuo”. (1 Coríntios 7:1-5) Isso exige comunicação.
Conversas são essenciais à medida que o casal se ajusta à nova rotina como pais. Tenham empatia, sejam pacientes e honestos. (1 Coríntios 10:24) Dessa forma, você e seu cônjuge evitarão mal-entendidos e aumentarão seu amor um pelo outro. — 1 Pedro 3:7, 8.

A separação de um casal é sempre um problema

A separação de um casal é sempre um problema que ultrapassa a vida afetiva e saber lidar com isso se torna ainda mais complicado quando o casal tem filhos. Por mais que se tomem as atitudes adequadas para a circunstância, não há maneira de evitar que as crianças reclamem da ausência de quem saiu de casa ou até mesmo encarar crises de rebeldia quando elas se sentem excluídas ou afastadas da vida de um dos cônjuges. Quanto menor a criança, mais dificuldades terá para entender o porquê da separação dos seus pais.
Esse é um conflito comum, que leva muitos pais divorciados a consultarem o pediatra quando a saúde física e psicológica dos filhos está abalada.
"Tudo, ou quase tudo, está previsto em lei. O que não está previsto é como ficam os filhos emocionalmente, pois diante da separação tudo é novo, desconhecido, imprevisto e muitas vezes assustador, tanto para os adultos como para as crianças".
Infelizmente os filhos são os maiores prejudicados em uma separação, pois os adultos se readaptam facilmente em qualquer situação, trocam de parceiros e seguem a vida facilmente esquecendo muito fácil do que se viveu com o ex cônjuge. Já os filhos não estão ligados simplesmente aos laços sentimentais, mais muito mais que isso, eles estão ligados aos laços sanguíneos e uma separação pode deixar marcas emocionais, sentimentais e psicólogicas que podem durar por toda uma vida.
Fica a dica:
"Família Feliz é uma Família unida".
🌹Família Investimento Precioso🌹

O QUE VOCÊ TEM FEITO PARA PROTEGER SEU CASAMENTO?

O QUE VOCÊ TEM FEITO PARA PROTEGER SEU CASAMENTO?
1 PEDRO 5:8
"O diabo anda como leão procurando a quem possa devorar."
👉🏼A cada dia somos surpreendidos por um novo desafio ou problemas, mas existem ocasiões em que não temos forças nem para reagir.
É nas reações que estão o perigo de errar. Às vezes não erramos de forma planejada e sim espontânea quando não temos tempo de pensar com a cabeça quente.
Davi foi pego de surpresa por um inimigo que não esperava e lutou com quem mais amava. Sua família foi raptada e teve que lutar para restituir.
Como a família de Davi, muitos pais hoje têm seus filhos levados pelos vícios, prostituição, violência e outros males. As famílias estão sendo assaltadas destruídas a cada dia com perigos e é preciso proteger nossa casa não somente contra ladrões, mas também espiritual e emocionalmente.
Fica a dica!
🌹Familia Investimento Precioso 🌹

SEMINÁRIO DA FAMÍLIA

“Não existe família perfeita, mais sim uma família que vive em harmonia respeitando os direitos e deveres de cada um”. Quando cada membro da família entende o seu papel, então Deus encontra espaço para atuar de tal forma, que flui o amor, a harmonia, o respeito, a compreensão, o carinho, os momentos de alegrias, então vem a prosperidade, flui a paz, todos crescem espiritualmente, emocionalmente, em maturidade e a realização dos sonhos acontecem naturalmente porque durante os dias estão sendo semeados e cultivados na família. O Espírito Santo é a coluna principal que sustenta esse lar. (Deus é o Criador, Sustentador e Restaurador da família)

FERIDA ABERTA

💔" Uma ferida para ser curada precisa ser exposta. Algumas pessoas esperam chegar ao fim de tudo para procurar conversar com o(a) parceiro(a) sobre algo que o(a) machuca e incomoda, e quando se vê a crise chega, o amor esfria e o casamento chega ao fim. Converse sobre o que lhe incomoda, exponha suas feridas para que alcance a cura de seus sentimentos. "Confessai as vossas culpas uns aos outros e orai uns pelos outros, para que sareis; a oração feita por um justo pode muito em seus efeitos." Tiago 5 – 16 🌹Família Investimento Precioso

"CASAMENTO POR UM FIO"

Quando um casal rompe, muitas vezes ficamos chocados, procuramos entender o porquê de um término tão repentino. Mas o que não sabemos ou não paramos para analisar – é que um relacionamento começa a acabar muito antes do que se pensa. Ele vai, na maioria dos casos, acabando aos poucos. São pequenas coisas, que às vezes parecem irrelevantes ou pouco significantes na hora, que vão “matando” a relação. Pequenas coisas, acumuladas, viram grandes coisas. Aí, inevitavelmente, basta “uma gota d’água para um copo cheio transbordar.” Por isso que relacionamentos desgastados que não terminam numa “grande” briga, são bem menos passíveis de serem reatados do que aqueles que são rompidos num momento de muita raiva. Porque a raiva passa. Já aquela relação que foi acabando aos poucos…são bem mais complicados , pouco ou nada sobra para ser resgatado. Nesse sentido, eu insisto em falar das pequenas coisas. Essas, que fazem toda a diferença. Porque um relacionamento começa a acabar, no momento em que o “EU” passa a se sobrepor ao “NÓS”. A relação começa a morrer quando a paciência acaba por qualquer motivo, e dá lugar às brigas desnecessárias. O relacionamento vai perdendo força na mesma proporção em que vai desaparecendo o respeito. O fim se aproxima quando aqueles cuidados, o carinho, a gentileza, a vontade de surpreender – tão presentes e marcantes na fase da conquista – são substituídos pela falta de companheirismo, pela desatenção, pela preguiça, pelo comodismo. O que acaba com uma relação não é uma briga, é o afastamento lento, porém gradual, do casal. São as discussões sem sentido, reiteradas. A rotina começa a matar o relacionamento quando atividades que eram para ser prazerosas começam a ser feitas por obrigação – ou quando simplesmente desaparecem. Quando problemas pequenos tomam proporções descabidas e começam a parecer bem maiores que o amor em si. Quando o diálogo perde espaço para a indiferença, atenção: o fim está próximo. Fiquemos atentos! O amor, sozinho, não sustenta uma relação, e sequer resiste ao egoísmo, ao descaso diário, ao desleixo, à frieza. Portanto, defendo: Não mate seu relacionamento aos poucos. Não deixe a convivência aplacar o entusiasmo; a intimidade destruir a paixão. Use o tempo e o maior conhecimento do outro a seu favor. Não despreze os pequenos gestos, pois são as pequenas atitudes que fazem toda a diferença. Não espere sua relação desmoronar (ainda que lentamente, ainda que não pareça uma avalanche!), para tentar reconstrui-la. Lembre-se de que o relacionamento é feito do dia-a-dia, e não de grandes eventos. Dê mais atenção aos detalhes. O segredo da felicidade está na simplicidade! 🙌🏻 Deus abençoe seu relacionamento! Fica a dica: 🌹Família Investimento Precioso🌹

NÃO ESPERE PERDER PARA DAR VALOR, MAIS DÊ VALOR PRA NÃO PERDER"

As pessoas só acostumam dar valor as coisas quando perdem. Às vezes, as coisas estão diante dos nossos olhos o tempo todo, em nossas mãos. E só quando estão fora do nosso alcance é que percebemos o quanto são importantes para nós. E muitas vezes não tem mais volta. Isso gera muito sofrimento. Não seria mais fácil se abríssemos os olhos enquanto ainda é tempo? Será que é preciso realmente perder pra dar valor a alguma coisa ou alguém? Tem coisas que parecem pequenas, mas se olharmos de perto são muito maiores do que podemos perceber. Vemos as pessoas matando. O mundo sendo destruído. Onde está o amor pelo próximo? Onde está o amor próprio? Eu poderia escrever linhas e linhas descrevendo coisas que só damos valor quando perdemos, mas optei por não fazer. Você, que está lendo esse texto, sabe das coisas que não deu ou não dá o devido valor. E, se não sabe, esse é um bom momento pra refletir no assunto. Quem sabe assim sua vida não se torna um pouco melhor? Ou com menos arrependimentos… Temos que dar valor enquanto há tempo, antes que seja tarde demais. Então abra seus olhos e o coração, e permita-se redimir-se, se for necessário. Porque uma simples atitude sua pode mudar todo o curso de uma vida. Não permita que o orgulho te tire a verdadeira paz, se preciso for perdoe, mais sempre que necessário seja humilde e peça perdão. E que a graça e a paz de Cristo esteja em seu coração ❤. Família investimento precioso