organizar um encontro de casais de sua igreja

Roteiro para encontro de casais
Encontro de Casais:
1- Participantes: casais pertencentes ao corpo de membros da Igreja local, podendo ser aberto a outros casais.
2- Local do evento: Pode ser realizado na própria Igreja ou em uma Pousada ou Sitio, poderá ser um final de semana completo, uma noite ou um dia inteiro, dependendo da disponibilidade.
3-Objetivo: mostrar o poder de Deus no casamento através da aliança com Ele. Durante a ministração o casal deverá sentar junto, pois a cumplicidade será muito importante neste momento.
4-Convite: deve ser bem elaborado, como se fosse o convite de um casamento, mesmo que simples. Sugestão: utilize uma foto de flores, rosas ou alianças e coloque os dizeres sobre ela. Mande imprimir em papel fotográfico mesmo ou leve para revelar, sai barato e é lindo!
5- Recepção aos casais
6-Temas:
-A importância dos votos no casamento
- Intimidade do casal
- Finanças pessoais e economia doméstica
- A unidade familiar
- etc.
7-Decoração:
A imaginação pode ser muito usada para decorar um encontro de casais. O local do evento deverá estar rodeado de romantismo. Flores, bexigas e enfeites dão o ar da graça. A luz baixa durante o jantar trará mais romantismo ao evento.
O salão pode estar decorado com bexigas em formato de coração, sempre em tons vermelho e branco.
As mesas devem preferencialmente ser separadas por casais, mas, caso não seja possível, o casal deverá sentar em frente ou ao lado do outro.
A toalha pode ser branca, com vasos com flores vermelhas, e velas que deverão ser acesa somente durante o jantar.
Pode ser feito um arco com bexigas ou flores na entrada, com um lindo tapete vermelho para recepcionar os casais.
Em um canto do salão/restaurante, poderá ser montada uma mesa com um bolo “falso”, taças e espátula para que os casais tirem fotos para recordação. A decoração da mesa do bolo deverá ser diferenciada, como se fosse o “Bolo do Casamento”.
8-Jantar a luz de velas: em um encontro de casais não pode faltar, o clima de romantismo após a ministração da Palavra de Deus, fará com que os laços do matrimônio sejam renovados.

Mas se não for possível pode fazer um coquetel, use os recursos disponíveis.
9-Lembranças: caixa de bombons em formato de coração, fotos do casal tiradas no mesmo dia do evento,flores que poderão ser entregues pelo esposo à amada, carta de amor escrita pelo cônjuge, aliança dourada, sorteio de jantar a dois em um restaurante fino da cidade, sorteio de pernoite em um hotel.
10- Dinâmicas: As dicas estão em dinâmicas para encontro de casais.

Palavra, estudo, reflexão: Escolher alguém que tenha conhecimento, experiências em assuntos de casais e famílias.


Roteiro:
Recepção aos casais
Devocional
Grupo de louvor responsável pelos canticos
Palestra
Dinâmicas
Oração
Janta
Deve ser adaptado a cada situação

Seminário Curando as feridas familiares ( Veredas Antigas)

Imperdível
DESCRIÇÃO Evento criado pra tratar e curar problemas espirituais e emocionais através da palavra de Deus, Maque na sua igreja. Pr Zaqueu Zaqueu Nery Medeiros Medeiros, Terapeuta família,conferencista área de família, Escritor Pra Marlene Inacio Medeiros Inacio, Terapeuta família,conferencista área de família Acesse:https://www.ministerioamovc.com.br/

CRISE FINANCEIRA X CASAMENTO

CRISE FINANCEIRA X CASAMENTO
Com o agravamento da crise econômica, muitos casais procuraram alternativas em busca de apoio para ultrapassar esse momento delicado.
A maioria dos relatos são de pessoas que perderam o trabalho. E por conta da súbita diminuição da renda, começaram a enfrentar problemas.
Os problemas encaminhados são variados e, quase sempre, acompanhados de diversos desentendimentos e falta de perspectiva em relação ao futuro familiar e profissional.
Um detalhe importante é que os relatos apresentam é que, via de regra, as famílias buscam um culpado pelos problemas.
Homens e mulheres trocam acusações e, sem perceber, caminham para a destruição do casamento.
Outro detalhe importante compartilhado pelos casais em suas mensagens é que eles gostam de fazer comparações. Isto é comparam o atual momento com o início do casamento, quando tudo era flores.
Como não poderia ser diferente, o início do casamento é uma época marcada por grandes emoções e descobertas. A perspectiva de uma nova vida e a alegria que envolve a situação acabam sobressaindo e os problemas são sempre minimizados.
Com o passar do tempo, muita gente acaba descobrindo que o que antes parecia certo, agora traz angústia e muita preocupação. Principalmente na esteira de uma crise e com a falta de dinheiro.
Cadê o amor que estava ali? 🤔
Se existe algo que aprendi é que casamento não combina com dívidas. Justamente por isso, a grande arma para evitar o esvaziamento do potencial financeiro do casal é a conversa franca e direta sobre o dinheiro da família, respeitando o padrão de vida possível sempre.
O primeiro passo é conversar, de maneira franca, e não esquecer de colocar o assunto “finanças pessoais” na mesa de uma maneira adulta, olhando para frente e de forma realista para a situação familiar.
Nesse momento, é hora de resgatar o casamento, cultivar novos hábitos e fazer do planejamento financeiro um aliado de peso.
👉🏼PLANEJAMENTO FINANCEIRO
Um hábito importante para cultivar é o hábito de falar sobre o dinheiro sempre, não apenas quando ele é um problema.
É fundamental para qualquer família seguir um padrão de gastos que seja compatível com a renda e, principalmente, alinhado aos objetivos e sonhos de todos.
A regra básica das finanças pessoais é manjada: gastar menos do que ganha. Batida, conhecida, óbvia, mas ignorada. Mude isso!
Essa regra deve sempre ser aplicada, principalmente nos momentos de crise, quando a renda diminui.
É preciso levar em conta que crises são períodos que são verdadeiros testes para os casais. Principalmente quando estes não se preparam adequadamente para atravessar as turbulências.
FIQUE ATENTO!
👉🏼Crises vêm e vão.
👉🏼 E o seu casamento? 🤔
Uma grande lição que os períodos de crise apresenta é que ninguém escapa das emergências. Na verdade, enquanto alguns sofrem suas consequências, outros que se prepararam conseguem fazer grandes negócios e criar excelentes oportunidades.
📝 FAÇA UM PLANEJAMENTO JUNTOS
A reserva de emergência deve garantir seu padrão de vida por pelo menos seis meses, ainda assim devemos ajustar o padrão de vida, cortar custos e evitar novos gastos 💳 💵.
Conclusão
Recuperar um casamento desgastado pelo tempo e surrado por uma ou mais crises não é fácil. A questão financeira é um problema que ataca silenciosamente e muitos não conseguem perceber que o problema não é a falta de amor, mas falta de planejamento.
A transparência e o diálogo pode ser um fator importante e uma forma de prevenir possíveis crises no relacionamento.
Fica a Dica!
🌹Família Investimento Precioso🌹

Te amo da forma mais sincera possível.

Te amo da forma mais sincera possível. Amor sem jogos, que da vontade de sair por aí gritando pra que todos saibam o quão bonito o amor em si é, um amor leve e forte! São poucos meses, mas pelos cálculos parece que eu já vivi 60 vezes mais que esse tempo… Foi como se eu tivesse nascido aqui, porque tu me fez sentir viva no momento em que apareceu. Te abracei e tive a sensação de um mundo inteiro dentre meus braços. Contigo eu consigo entender que pra sempre vai além de tempo ou da permanência. Pra sempre é o que tu sente em instantes e o nosso foi aquele em que te vi caminhar em minha direção e abrir um sorriso lindo no nosso primeiro encontro. E hoje te fazer sorrir, é o que eu mais prezo, porque assim é nosso amor, é entrelaçar nossos sorrisos até se tornar um. Poemas Desconhecidos.

A importância da IGREJA nos momentos de crise no casamento de um crente!

A importância da IGREJA nos momentos de crise no casamento de um crente! Seria um pecado a igreja ou um líder pastoral apenas apontar a crise e dizer que vai orar pela pessoa que sofre num casamento complicado. Fé sem obras é morta (veja Tg 2.14-17). A igreja precisa oferecer diversas formas de ajuda para esse casal. As três principais são: 1. Grupos familiares, um contexto onde a pessoa abusada pode experimentar um lugar seguro, um ambiente familiar saudável e aprender, se não sabe ainda, como relacionar-se de forma sadia. 2. Grupos de apoio compostos especificamente de pessoas com problemas que não conseguem resolver. Aqui ela encontra companheiros de jugo, um lugar onde pode ser realmente honesta, transparente e autêntica em seus altos e baixos, e um contexto no qual tratar seus próprios problemas emocionais. (Veja meus livros Aprofundando a Cura Interior através de Grupos de Apoio, Volumes 1 e 2, Editora Sepal. Veja também o livro de Débora, Vítima, Sobrevivente, Vencedor. Perspectivas sobre Abuso Sexual, Editora Sepal, que orienta como montar um grupo de apoio para vítimas de abuso.) 3. Casais apoiadores. Estudos feitos nos Estados Unidos demonstram que a porcentagem de divórcios caiu de forma marcante e visível não apenas em uma igreja, mas em cidades inteiras, onde casais saudáveis e capacitados adotaram e acompanharam casais com dificuldades. A igreja precisa acordar, erguer-se e ser eficaz em resgatar casamentos em crise. Precisamos parar de oferecer apenas “curativos” para pessoas que sofrem de câncer no seu casamento, e dar apoio, esperança e formas práticas para que elas passem de vítimas a sobreviventes e vencedoras. Quando um cristão se divorcia do seu cônjuge, de alguma forma muito profunda, está comunicando que falhou na relação mais fundamental de sua vida. Mas ele não falhou sozinho. A igreja precisa reconhecer que também falhou ao não dar o apoio, o conselho e a ajuda necessários. Quando uma pessoa decide violar consciente e abertamente o ensino bíblico, os passos de confronto e disciplina em Mateus 18.15-17 devem ser seguidos. Como podemos dizer que levamos o casamento a sério se passamos a mão na cabeça de pessoas que optam em, explicitamente, desobedecer o ensino bíblico nesta área? Em nome de enxergá-las como vítimas, coitadas, doloridas, feridas e não sei quantas outras coisas, apoiaremos a desobediência explícita à Palavra de Deus? Se fizermos isso, abandonamos tanto o amor verdadeiro, como a autoridade das Escrituras. Desafio a igreja a erguer-se, tanto no consolo, aconselhamento e apoio verdadeiro, como em defender o ensino e a prática da visão bíblica do casamento.

CINCO DICAS QUE PODEM EVITAR UM CONFLITO

CINCO DICAS QUE PODEM EVITAR UM CONFLITO
1- Ouça se colocando no lugar do outro; 
2- Conte até dez antes de responder a provocação; 
3- Reflita nos efeitos das suas palavras antes de proferi-las; 
4- O silêncio em certos momentos pode ser uma forma de orar 
5- Pergunte para você mesmo, "vale a pena brigar por causa disso?"
Pequenas mudanças, grandes resultados!

Cinco conselhos Bíblicos para o casal se dar bem na comunicação.

Cinco conselhos Bíblicos para o casal se dar bem na comunicação.
Primeiro conselho – Aprenda a arte de ouvir se colocando no lugar do outro. (Tg 1.19) Quem não sabe ouvir, jamais saberá se comunicar e nunca conseguirá experimentar uma intimidade profunda.
*(1) Amar é ouvir com o coração o coração do outro. (Tg 1.19) 
*(2) Lembre-se, ouvir é uma arte a ser aprendida. “Quem responde antes de ouvir mostra que é tolo e passa vergonha.” (Pv 18.13)
*(3) Ouvir é tentar entender os sentimentos do outro.
*(4) Ouvir é prestar atenção ao que acontece.
*(5) Ouvir é uma abertura ativa a quem está falando.
*(6) Ouvir é buscar compreender antes de ser compreendido/a.
*(7) Ouvir é valorizar o outro.

CASAIS EM CRISE, UM AVISO

UM AVISO AOS CASAIS EM CRISE!
*************************
O casamento só vai para o buraco, quando um ou outro deixar. O Senhor disse no Éden "Deixará pois o seu pai e a sua mãe, para unir-se-á à sua mulher e os dois tornarão uma só carne".
Jesus disse que só devemos dar carta de divórcio somente em caso de adultério.
A separação prescrita pelo Senhor é somente em caso de morte, portanto, se seu casamento está difícil, é porque você ainda não quer mudar o seu coração. Não façam nada por si mesma (o), façam juntos aquilo que lhes foi dito.
Ao homem: Respeitai a sua esposa, tratai-á como Cristo ama a sua igreja
A mulher: Que seja respeitosa com seu marido, tratai-o como digno, assim como Cristo trata a sua igreja.
O Seu casamento está sendo destruído porque?
Porque quando você se casou, convidou todos os seus amigos e amigas, mas não convidou Aquele que precisa estar contigo todos os dias.
E foi também convidado Jesus e os seus discípulos para as bodas. João 2:2
Quer salvar seu casamento? Pare de colocar a culpa somente no seu cônjuge, pois quem precisa começar a mudar é você. Pois mesmo que seja difícil, você precisa ser quebrado (a).
Em Mateus 22:8 diz "Então diz aos servos: As bodas, na verdade, estão preparadas, mas os convidados não eram dignos".
Seu casamento está pronto, mas seus convidados não são dignos, seus amigos não são dignos, nem vizinhos e nem ninguém, pois digno é Jesus que precisa ser o primeiro a ser convidado para seu casamento. Casamento é tribulação na carne e por isso que o Mestre precisa estar em seu casamento. lembre-se, você mulher tem dois maridos. Seu esposo e Jesus. Seu esposo é para procriar com ele, ter uma família, ser uma auxiliadora, ser mãe, amiga, conjuntora, administradora, oradora, enfim. Jesus "seu marido espiritual" é seu professor, seu amor, seu sonhos, sua condição, seu orientador, seu cuidador, Protetor, Consolador e é o único que pode controlar o desequilíbrio entre seu esposo e você, ou entre sua esposa e você.
Por isso, não sejam desonestos um com o outro, aparta-se da luxúria da pornografia na internet, revistas ou em sua mente. Sai fora das pessoas que dão palpites em seu casamento, familiares, amigos, pois eles não tem o Espírito de Deus para lhe dizer o que fazer nos momentos de tribulação. Orai juntos, praticai o amor e o respeito.
Espero que tenham paciência, pois se Cristo é seu noivo, tenha certeza de que sua paciência até agora está sendo mantida. Afastai dos ídolos em sua casa, da TV que ensina promiscuidade e dos falsos irmãos.
(pense nisso) antes que seu casamento seja destruído de vez.
Lute pelo seu casamento, mesmo que seu parceiro ou sua parceira demore em ser quebrado para se tornar um Vaso humilde e escolhido.
Quando vocês se casam, estão fazendo um voto inviolável, estão fazendo um voto e uma promessa de eternizar a sua vida com sua esposa e seu marido para sempre. Esta aliança é inquebrável e muitos homens e mulheres tem sempre uma desculpa para que seu casamento se acabe. Não importa o quanto estão magoados, machucados ou quebrados, o que importa é que o Perdão deve reinar na vida de ambos para sempre. Não sejais como os hipócritas, que quebram o voto por qualquer discussão.
Não se divorcie em nenhuma circunstância, lembrem-se, se isso ocorrer você será responsabilizado, mesmo que a outra parte também tenha culpa.
CASAMENTO NÃO É UM SÓ E SIM DOIS EM UM.
"(...)E tornarão juntos uma só carne" Gênesis 2:24
"E serão os dois uma só carne; e assim já não serão dois, mas uma só carne".
Marcos 10:8

Cobranças no casamento

Tudo começa assim: Você precisa me dar atenção. Só ouvir não é o suficiente. Você precisa se envolver com o que eu digo. Quero namorar, como todos os casais normais fazem. Você faz carinho na nossa filha e até no nosso cachorro, mas em mim, nada. Sua família estala os dedos e você está lá. Quando eu peço alguma coisa, você nunca tem tempo. A gente precisa conversar. Eu quero que você passe mais tempo comigo. Eu estou sempre a fim, mas você tem sempre uma desculpa. Cobranças, cobranças, cobranças. O seu relacionamento está no vermelho? Seu parceiro ou parceira tem sido como aquele cobrador chato que não lhe deixa em paz? Mesmo sendo um comportamento aceitável e compreensível não é bom viver num campo de batalha de acusações e cobranças. Em toda e qualquer discussão as falhas do outro aparecem com destaque mesmo que o assunto em pauta seja outro. Esses pequenos desentendimentos e ressentimentos destroem aos poucos a boa convivência. É muito fácil evitar que a relação chegue a esse ponto, para isso basta conversar. Antes de criticar por criticar numa discussão você deve dizer para o outro o que está errado e como isso pode mudar. Lembre-se que assim como você pode dizer o que pensa o outro também está livre para desabafar sobre os seus defeitos. Nada se resolve num momento de raiva, as coisas apenas ganham uma dimensão muito maior do que realmente tem. Respire fundo e espere pelo melhor momento para conversar. É tão mais fácil saber desfrutar dos bons momentos sem absurdas cobranças, entendendo o outro como ele é, respeitando seus anseios pessoais! Você poderia dizer que se enganou a respeito e depois de algum tempo, percebeu a Verdadeira face do outro... Será mesmo? O interessante é que no início tudo era paixão, tudo era agradável, tudo era recíproco. E de repente, um distanciamento tamanho que mal se ouvem, estando unidos apenas pelo ego. Vale à pena fazer cobranças? Vale à pena medir um amor? Vale à pena julgar o comportamento do outro?